A marca Eskimó teve origem nos idos de 1981, quando foi constituída a empresa COMÉRCIO DE SORVETES ESKIMÓ LTDA.

Quem Somos

A Empresa


 A ESKIMÓ  SORVETES teve origem no pressuposto de podermos levar aos clientes uma considerável diversificação de produtos e sabores, com preços populares, substituindo à retrógrada forma de comercialização convencional até hoje praticada pelos concorrentes. Nosso rol de produtos gira em torno de 100 apresentações, sabores que você jamais encontrará em um único freezer em pontos de venda tradicionais.

Essa variedade, em conjunto com uma política de preços extremamente agressiva, baseada no alto giro das mercadorias, faz o sucesso de mais de 250 lojas estabelecidas nos estados de São PauloParaná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, tornando-as um negócio lucrativo, com baixo investimento, baixo risco e sem margem para concorrência. Nossas lojas seguem um padrão de personalização de cores e letras, objetivando o fortalecimento da marca e uma fácil identificação por parte dos clientes, destacando-se em meio a outros comércios.

O mercado de sorvetes no Brasil encontra-se em franca expansão. O consumo per capita é da ordem dos 6 litros, apesar de, na Nova Zelândia, país com maior consumo no mundo, girar em torno de 25 litros por habitante/ano. O sorvete, antes restrito quase exclusivamente às épocas de verão, hoje encontra público durante todo ano, o que justifica as lojas já estabelecidas manterem suas atividades durante o inverno.

“O sorvete de massa, por exemplo, contém nutrientes importantes como proteína, vitamina A, D, E, K e do complexo B, além de cálcio, importantes para o crescimento e desenvolvimento infantil e a manutenção da saúde óssea de pessoas adultas e idosas. Seu efeito refrescante proporciona ótimo paladar e vem sendo aceito não só no verão, mas em todas as épocas do ano.

Por ser um produto refrescante, sua aceitação é maior nas regiões ou épocas de calor, portanto, uma sorveteria instalada no nordeste vai ter clientela constante o ano todo, já no sul, o período de alta demanda concentra-se em quatro a cinco meses por ano. Este fator por si não inviabiliza o consumo de sorvetes fora das épocas de calor, pois quem gosta de sorvete consome o ano inteiro. Estas variações de clima exigem dos empreendedores que estão sujeitos às condições de sazonalidade (clima quente e frio), um esforço maior e muita criatividade para atrair os clientes.

Considerado um alimento nutritivo, saudável e de baixo custo, o sorvete pode ser consumido por pessoas de todas as idades, sexo, condição social, etc. possuindo um enorme mercado de consumo em todos os países.”

(Fonte: SEBRAE)